quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O MAIOR DESRESPEITO AO HOMEM


Penso que a mídia e as mulheres em geral adoram dizer que o mundo é uma putaria, quase como um filme pornô.

As mulheres sempre reclamam do quanto as outras mulheres estão facilmente liberando a perseguida para quem quiser comer.

Contudo, o homem normal sabe que não é bem assim.

Ele sabe que não é tão fácil, apesar de ter que mentir para os amigos e amigas sobre quantas mulheres ele come por mês, já que, procedendo de forma diversa, fatalmente acabará taxado de fracassado ou "come-ninguém".

Senhores, a verdade é que a maioria das mulheres não transam com qualquer um, não por serem honestas, honradas ou imaculadas, mas por serem seletivas interesseiras.

E esta seletividade dá-se em função do status social do homem, da posição que ele ocupa, de quem ele é filho, da conta bancária dele, etc,etc,etc.

Elas sempre reclamam do quanto os homens as tratam como objeto sexual, mas a forma delas nos tratarem não é diferente, e por assim dizer, até mais mesquinha.Peguemos o exemplo do classe média normal. Um rapaz esforçado.

O cara passa o começo de sua vida sexual tendo sexo em migalhas, sozinho em sua luta para conseguir uma posição sexual melhor. Ele se vê sozinho enquanto os homens não-normais (filhos de ricos empresários por exemplo) conseguem as meninas quase que num estalar de dedos.

Depois de ter passado dos 14 aos 30 anos sem praticamente uma vida sexual ativa, eis que sua vida dá uma reviravolta e ele consegue um bom emprego. Mais do que isso, ele se vê numa situação melhor do que os playboys que anos antes comiam todas, mas que agora não passam de adultos babacas e ridículos dependentes dos pais.

Nesta hora, quem aparece? Várias mulheres. As mais novinhas (entre 17 e 25 anos) dispostas a fazer sexo com ele só para contar para as amigas. E aquelas que estão beirando os 30 anos, cientes de que chegaram ao topo da gostosura e que vão começar a cair, loucas para conseguirem algo sério com o rapaz.

E não se enganem, essas mulheres deram para poucos homens, como sabemos? Por que homens do perfil de nosso herói destemido são poucos.

Nessa hora, aparecerão tantas mulheres dispostas e lhe dar carinho, que ficará até difícil escolher, as mesmas mulheres que não estenderam a mão quando ele mais precisava, durante o caminho árduo de preparação até conseguir se firmar no mercado de trabalho.

Como nosso herói não é trouxa, ele irá querer comer todas, visto que ele está sendo tratado como uma carteira ambulante, logo, verá as mulheres de igual forma, como vaginas super desenvolvidas que falam.

E o discurso das vaginas...desculpem...das mulheres...será ”Você não me dá valor, não percebe que não sou uma dessas vagabundas que tem por aí!!”

E no final das contas, nosso herói será visto como um cafajeste sem coração.

O maior desrespeito não é escolher o homem mais destacado, mas sim, a forma como isto é feito.

Explico: no mínimo, a mulher deveria saber reconhecer um homem esforçado e investir nele, diminuindo um pouco o peso sobre seus ombros, proporcionando-lhe momentos de prazer durante o árduo caminho.

Mas não é isso que acontece. O cara passa anos sozinho até vir uma qualquer “pouco rodada” e lhe dizer: ”Eu soube que você conseguiu emprego tal!! Parabéns!! Sempre torci por você!!!”...

Isto é um desrespeito silencioso, aquele que não pode ser respondido, pois se você responder uma mulher dessa da maneira que ela merece, acabará sendo taxado de grosso, pois...coitada...ela só quis ser gentil.

Como se você não tivesse o direito de ter a presença delas nos momentos em que precisou, como se a simples existência dela justificasse um esforço seu para alcançá-la, como se ela fosse tão boa que só conseguindo determinado cargo você pudesse se aproximar dela, como se ela fosse melhor que você.

Então, queridos amigos, a saída para esta situação é fácil...COMER A MULHER. Foi o que eu fiz.

É chegado o momento dos homens aprenderem a se valorizarem. Não serem justos apenas com outros, mas principalmente com si próprios.

Fonte: Reflexão Masculina

sábado, 27 de agosto de 2011

Entendendo a mente masculina.


1. Os homens querem comer vocês. Ponto.

Resignem-se. Nós podemos estar apaixonados, amando, podemos odiar você, podemos ter brigado, podemos até nem te conhecer, mas se você for mulher e minimamente atraente, nós queremos te comer. Isso NÃO significa que queiramos somente isso, longe de mim. Mas queremos isso. Sempre. Então, não se ofenda com olhares que escapolem e são flagrados, elogios neste sentido ou tentativas de criamos um clima: no fim das contas, nosso objetivo pano de fundo é sempre comer vocês.

Nós amamos vocês, casamos, usamos aliança, escrevemos poemas, mas não deixamos de querer comer vocês. Então, se vocês querem conquistar um homem, pensem nisso. Ele pode ser o sujeito mais apaixonado do mundo, mas ele quer te comer e pensa nisso mais do que vocês imaginam. Logo, agradar a nossa metade que quer comer vocês funciona mesmo com um homem apaixonado, louco por vocês. E quando digo agradar não digo somente ceder e ir pra cama, digo ser sensual e não esquecer que dentro daquele cara recitando Los Hermanos com um buquê de Rosas brancas na mão, existe um tarado que está imaginando você deitada em cima daquelas flores, nua. Nunca se esqueçam disso.

2. Não se vista para outras mulheres, se vista para os homens.

É consenso que mulheres se vestem para outras mulheres, e não para os homens. O que pode ser mais idiota do que isso? Se você é uma mulher e quer agradar seu namorado/noivo/marido, ou pretende conseguir um, por que diabos você não se veste pensando nisso? Por que, em vez de um vestido provocante bacana, vocês se preocupam com a cor do sapato. Que homem em sã consciência vai olhar os sapatos de uma mulher, me perdoem a má palavra, gostosa, com um vestido sensual?

Vocês acham mesmo que nós vamos reparar que a bolsa não combina com a obturação do seu pré-molar? Acham mesmo que nós vamos reparar que você usou este vestido duas vezes nos últimos quinze meses? Com o perdão da crueza, mas em se tratando de uma mulher dentro de uma roupa, há somente três áreas que são escaneadas pelos olhos masculinos: bunda, peitos e pernas. Mais nada. Tudo o que você estiver usando fora isso não será assimilado pelo nosso córtex cerebral, portanto, não se preocupem.

Dica importante: às vezes é até melhor deixar as mulheres comentarem as suas roupas. Verdade. Quando uma mulher chega para um homem e fala mal da roupa de outra, a resposta do homem é padrão. Sempre. “E daí? Ela é gostosa, ela pode”. Portanto, deixe as mulheres falarem das suas roupas e ganhe um elogio de pedreiro de brinde.

3. Olhar não é sinal de desejo.

Se você vir seu namorado/noivo/marido olhando para uma amiga sua, conhecida ou outra mulher na rua, não se espante. Ele estava mesmo olhando. Porém, não necessariamente, desejando. Nós homens olhamos para outras mulheres porque a beleza e o corpo femininos são harmônicos, esteticamente agradáveis. Não porque estamos loucos para arrancar-lhe a roupa.

E o fato de simplesmente olharmos não significa que a achemos mais bonita/gostosa do que você. Só estamos olhando, como se olha para um quadro bonito ou algo que o valha. Este tópico é sério. Eu particularmente sofro muito com isso, porque fico olhando as mulheres imaginando para onde elas estão indo, o que elas fazem, se são casadas, se trabalham etc. E enquanto penso, naturalmente, estou olhando para a roupa da moça. E em um minuto já pareço um maluco tarado.

Portanto, moças, se estamos olhando para uma mulher, não necessariamente a estamos imaginando sem roupa. Na maioria das vezes estamos, mas não é sempre.

4. Homens são simples. Repita isso como um mantra.

Homens são seres muito simples. Muito mesmo. Homens são como um relógio de corda: você sabe o que ele precisa para funcionar, então você vai lá, dá corda, e ele te mostra as horas. Simples. Já mulheres são como o relógio do videocassete: se desregulam sozinhas, ninguém nunca consegue entender como funcionam e, quando estão desreguladas, vão fazer de tudo para te convencer de que a culpa é sua, que, afinal, não consegue nem acertar as horas de um maldito videocassete que só quer amor, compreensão e que você não deixe a porra da toalha molhada em cima da cama.

Não tenha medo de dizer que não quer ir ao cinema, que não quer ir ao bar com os amigos ou que quer ver filme romântico. Mesmo que não gostemos do que você disser, diga. Vamos agir melhor do que se você contar uma estória de quinze minutos para no final insinuar algo. Acreditem.

Nós homens somos diretos e simplórios: dizemos o que queremos, como queremos e quando queremos. Sem jogo, sem lenga lenga. Já as mulheres são como Jesus: já que ninguém acredita mesmo nelas, elas falam tudo através de parábolas e metáforas, e se você não entender e for pro inferno, a culpa é sua. Portanto, se quer dizer algo a um homem, diga. Simples assim. Não chegue fazendo perguntas e fazendo rodeios. Vá direto ao ponto. Acredite, nós sabemos o que é querer ir direto ao ponto e não poder.

euemeuegogrande

Quantas vezes uma pessoa se apaixona durante a vida?


Quantas vezes uma pessoa se apaixona durante a vida? Quatro, cinco vezes? Quantas vezes uma pessoa ama de verdade durante a vida inteira? Uma, duas ou três vezes no máximo! Tenho convicção de que ninguém ama de verdade mais do que isso. Hoje em dia é frequente as pessoas afirmarem que estão amando alguém, uma, duas ou até mesmo três vezes ao ano! Isso mesmo em um período de um ano! Será que isso é verdade? Será que o amor se tornou tão banal a ponto de acontecer com a mesma frequência dos verões ou primaveras?Duvido muito, amor de verdade são poucos durante a vida, geralmente um ou dois e isso quer dizer que durante a nossa existência neste planeta todos nós passamos por pelo menos uma desilusão amorosa e pelo vazio terrível de um amor perdido. Nisso, somos todos iguais!

Fonte: Sexy Help Desk

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Enganadas?


Muitas mulheres ainda não se deram conta de que perdem o cara antes de começar porque já encaram tudo como se tivesse que ser para sempre.

Os homens (os que realmente valem à pena), não ligam se a mulher transa no primeiro encontro, mas ligam muito se ela já o trata como marido, logo de cara. Afinal, a mulher mal conhece o cara, nada sabe dele e já vê nele o ‘pai de seus filhos’?

Aí, depois, descobre que ele não era tudo aquilo QUE ELA ESPERAVA (prestem bem atenção: que ELA ESPERAVA, portanto, ele não era o que ELA CONSIDEROU QUE ELE FOSSE, não ele que a fez pensar isto), porque formou opinião precipitada e diz ter sido enganada. Tadinha… Sempre vítima, né?

Observe as amigas à sua volta: todas as que mais culpam os homens de seus fracassos são as mais mimadas e teimosas. Que detestam críticas. E, GERALMENTE, as que SEMPRE saem de relações mal resolvidas, em que no primeiro ou segundo encontro, asseguravam ter achado o cara certo.

90% das mulheres que alegam terem sido enganadas, não o foram. Na verdade, enganaram-se por conta própria, por afobação mesmo…

Não é culpa de ninguém que não tenha dado certo pra você. Mas é responsabilidade sua, que já começa errando na escolha. Por pura pressa.

Mas… E o sexo no primeiro encontro? “Mulheres sérias” fazem isto?

Uma mulher séria não é a que regula sexo, mas a que tem um bom senso das coisas, de como conduzir a ansiedade, de não sufocar o cara…

Sendo assim, mulheres que ainda querem viver no ‘conforto de serem sempre vítimas’, tudo bem. Mas estão é minando suas próprias chances de fazer o certo e de se darem bem!

Ou seja, temos duas escolhas na vida: ou de sermos vítimas, ou de sermos felizes!

Você pode escolher viver acreditando em utopias ou aceitar a realidade dos fatos e, assim, lidar com eles de forma favorável. Vai de você!

A mulher que consegue lidar racionalmente e de forma realista com suas emoções, se dá bem com qualquer relacionamento. Porque alia emocional e racional.

A maioria dos homens foge de relacionamentos por ter deles, a mera lembrança de ser um poço de cobranças sem nada positivo em valia.

Portanto, cobrar menos e aproveitar-se mais das coisas boas, conduzir de forma mais amena e prazerosa, é vantajoso para a mulher…

Transformar o compromisso da relação em comprometimento com o bem-estar do casal é a maior prova de amor que se possa dar um ao outro…

Chega de relações pezarosas, onde a carga de culpas e cobranças é infinitamente maior que a de bem-estar. É bom para todos, para o mundo!!

Ser feliz é tão fácil… Desde que abramos mão de tantas ‘burocracias sentimento-emocionais”, claro…

Nós, mulheres, temos que nos libertar desta prisão que é a cobrança de sermos esposas e mães, obrigatoriamente. Já passou da hora, isso!

MDE

sábado, 20 de agosto de 2011

Namore um cara que escreve.


Namore um cara que escreve. Não um cara que te manda poesias do Drummond ou que te manda letras do Chico. Namore um cara que escreva ele mesmo para você. Um cara que escreve vai perceber os detalhes e as nuances entre vocês dois, e vai escrever cartas e textos pessoais e que falem sobre vocês dois, não cartas de amor genéricas catadas na internet. Namore um cara que, ao invés de comprar um cartão de dia dos namorados, vai escrever um texto pra você no jornal, revista ou site onde ele tem uma coluna.
Um cara que escreve vai, no mesmo texto, fazer você rir, chorar, sorrir e querer abraçá-lo como se ele fosse dez centímetros mais alto, dez quilos mais magro e tivesse mais dois dígitos na conta bancária. Positivos. Namorar um cara que escreve é namorar alguém autoconfiante, que sabe que a pena é muito mais forte que a espada, ainda que a pena dele responda pelo nome de “teclado”. Namore um cara que ficará orgulhoso ao ser comparado com o Verissimo ou ao Pessoa, e não se comparado ao Vitor Belfort ou ao Brad Pitt.
Namorar um cara que escreve significa ter um namorado que, ao te descrever, vai fazer você se achar a própria Angelina Jolie, e suas amigas, ao lerem, vão achar que ele descreveu alguma princesa de contos de fadas. Por falar em amigas, namorar um cara que escreve é matar suas amigas de inveja dos seus textos lindos, das suas cartas emocionantes e engraçadas. Namore um cara que escreve e garanta textos engraçados para quando você estiver triste, textos amorosos para quando estiver carente e cartas inesperadas no meio da semana.
Namore um cara que escreve e massageie seu ego vendo outras mulheres dizerem que adorariam que os namorados delas escrevessem assim. Namorando um cara que escreve você não vai entender como suas amigas conseguem namorar engenheiros, médicos e analistas de sistemas, nem como elas conseguem acham bonitas frases copiadas de algum “As cem melhores frases de amor de todos os tempos” ou alguma carta feita com retalhos de Neruda, Pessoa e Vinicius. E por fim, namorar um cara que escreve é namorar um cara descolado, que sabe que “namorar um cara que escreve” não é a forma correta, e sim “namore um cara que escreva”, mas, mesmo assim, ele acha que do primeiro jeito fica muito mais bonitinho e descolado.

Leonardo Cruz

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Fikdik



Olhe à sua volta e seja agradecido por tudo que você tem nesta vida passageira. Somos afortunados . Temos muito mais do que precisamos para ser feliz.

Fecha a conta e passa a régua!

sábado, 13 de agosto de 2011

Mulheres tem uma vida afetiva, social e sexual MUITO mais fácil que os homens.


Uma das coisas mais óbvias pra qualquer homem que parou pra pensar um pouco nessa sua vida de merda é as diferenças de vida de uma mulher e de um homem.
As mulheres tem uma vida ridiculamente mais simples, fácil, leve e tranqüila que a dos homens. TUDO pras mulheres é mais fácil. Eu fico abismado de ver como as mulheres são incrivelmente beneficiadas em tudo o que fazem e planejam na vida e de como ainda tem a CARA DE PAU de reclamar que sua vidinha é mais difícil e que os homens tem tudo fácil porque “mijam em pé”. Eu vou PROVAR que a vida feminina é mais fácil de uma vez por todas.

VIDA SEXUAL FEMININA X MASCULINA

Imagina você homem, ter o poder de transar COM KEM QUISER, NA HORA QUE QUISER, ONDE QUISER? Sair na rua e receber cantadas, olhares e com apenas um “oi” ou mexendo o cabelo ou ainda falando na cara dura “vamos transar” e conseguir?

Imagina você homem podendo ter esse poder e ainda por cima elas te levando pro motel, pagando o motel, pagando cervejinha e talvez pra dar um agrado levando pra jantar. Ter alguém em que tu ligas vai correndo pra tu transar com ela? Ter o poder de fazer isso com a maioria das pessoas que encontra?


Visualizou? Este é o poder sexual feminino. Elas, das feias, das gordinhas, das tops, desde que não sejam completamente deformadas (e ainda sim conseguem) tem o poder de transar com a maioria dos homens que conhecem, a qualquer momento. Elas podem ir na eskina e levantar a saia ou dar um olhar mais demorado e terá FILAS de homens, de todas as classes sociais, beleza e personalidades pra fuder.

Portanto, as mulheres para terem sexo bastam levantar a saia e estralar os dedos.

- Os homens precisam aprender a serem extrovertidos, ter carro, grana, personalidade, confiança, jeito, pegada, iniciativa, ousadia, bom emprego, sair muito, ter vários amigos, ligar, conversar por horas, aprender sobre ela, malhar pra não terem barriga, serem fortes, altos, fodões, alfas e outras merdas absurdas.

Imagine que elas tem esse poder de fuder com kem kiserem. Porque elas ficariam só com um? Ora simples, elas NÃO FICAM. Elas namoram mas traem muito mais que os homens porque poder corrompe, e ter esse poder sexual de ter O HOMEM KE KEREM pra transar e se contentar com um é algo que ninguém resiste.

- As mulheres botam qualquer roupa e makiagem e ficam gostosas pois enganam bem, com saltos etc. Homens não podem disfarçar gordura, magreza, falta de altura, pele e cabelo ruim. As mulheres tem arsenais de beleza e são elogiadas por isso. Um homem não pode fazer nada. Ele só pode contar com o seu corpo cru mesmo. Mulheres quando malham ficam rapidamente gostosas e tem rápidos resultados pois qualquer perna de fora, por mais fina que seja é bonito.

Um homem com braços finos e pernas finas de fora de regata é patético e não é bonito. Um homem demora em média 3 anos para ficar com um corpo um pouco melhor. A mulher em 6 meses está com coxas mais grossas porque elas só malham esta parte do corpo portanto tem resultados mais rápidos.

VIDA SOCIAL FEMININA X MASCULINA

- As mulheres se pedem ajuda na rua são logo ajudadas. Se tem problemas e estão perdidas são logo atendidas. Nas lojas, são melhores atendidas. Na escola ao pedirem ajuda ao professor/professora são logo atendidas com sorrisos e boa vontade. Se uma menina faz bagunça é repreendida de forma mais calma.

Um guri que peça ajuda na matéria pelo professor recebem bem menos vontade e cordialidade e paciência na explicação. Um guri fazendo bagunça ou agitado é dado remédios pra hiperatividade ou recebe duras broncas.

- Os homens quando tem problemas de timidez são escurraçados como froxos, bananas, fracotes e sem iniciativa. As mulheres tímidas são tidas como misteriosas, decentes, puras, reservadas e são respeitadas por isso. As mulheres quando tem problemas emocionais recebem compreensão e ajuda ao redor. Uma mulher chorando é acudida rapidamente, uma mulher com dor e tristeza tem um cinturão de amigos e amigas prontas a ajudá-la

O homem se chorar ou tem problemas emocionais recebe tapas na cabeça e é chamada pra balada pelos amigos homens. Pelas mulheres, simplesmente é execrado e excluído como froxo, fraco, chorão e “sem pegada e força de vontade” e todas ficam com nojo e vômito.

- As propagandas na TV sempre colocam as mulheres como mais inteligentes, espertas e resolvedoras de problemas. Outdoors com mulheres segurando homens pela coleira não são incomuns.

- Se uma mulher é ameaçada de agressão na rua ou é agredida, os homens correm para ajudá-las. Se uma mulher é estuprada, os homens matam o estuprador na rua ou na prisão.

Um homem se é estuprado perde todos seus amigos e nunca mais casará e namorará alguém do seu circulo social. Se um homem é agredido na rua todos ficam olhando, e se ele apanha todos começam a rir ou o tem por froxo. As mulheres ficam com nojo de namorar ou casar um cara que apanhou na rua. Um homem não hesita em namorar e casar e cuidar de uma mulher que apanhou de outra na rua.

VIDA AFETIVA MASCULINA X FEMININA

- As mulheres arranjam namorado facilmente. Onde quer que uma mulher, mesmo que feia, vá, recebe olhares apaixonados, de volúpia, admiração. As mulheres estão sempre sendo elogiadas e admiradas e com homens querendo namorá-las e apresentá-las pra família. Homens estão sempre querendo conhecê-las, e inclusive aprendem hobbies e musicas que elas gostam pra se aproximarem delas para terem afinidades e agradá-las. Que mulher faz isso? Nenhuma, elas sabem que só por terem peitos este é o esforço mais nobre que elas fazem pra conkistar um homem

- As mulheres não precisam fazer nada pra conquistar um homem. De fato elas não fazem nada. Elas sentam e esperam o homem. Fazem pequenos sinais, sorriem aqui e ali e pronto deixa o trabalho tudo na mão dos homens que sofrem terríveis problemas pra decifrá-las, agradá-las, não errarem nenhum passo da listinha ridícula mental feminina.

- Mulheres nos namoros recebem mais carinho, mais atenção, mais sexo e mais esforço por parte dos homens. Não é incomum ver homens levando e buscando mulheres na rodoviária, aeroporto, esperando elas irem embora, pegando na faculdade, comprando presentes, planejando dia dos namorados, planejando viagens, motéis tudo pra agradar a mulher. O contrário não é tão comum.

- As mulheres dão 5% na relação e recebem 90% dos homens. Um sinal de carinho ou sexo mais bem feito é tudo o que o homem sabe que pode esperar das mulheres. Já os homens precisam estar atentos 100% do tempo nelas, nas suas vontades, desejos, necessidades, humor. Qualquer erro elas já fazem estardalhaço, reclamam do cara pra amigas e ameçam de trair.

- Pra finalizar os homens ainda sabem que não podem exigir carinho e atenção pois serão tirados pra froxo. Quem deve receber isso é sempre a mulher e o homem deve ser a “fortaleza” e se contentar com o que ela estiver no humor de dar afeto. Ele sim deve estar sempre pronto a satisfazê-la neste sentido

As exigências que as mulheres colocam em cima do homem no namoro e na vida afetiva é simplesmente 1000 toneladas mais pesada que o que o homem faz.


Onde a vida da mulher é mais difícil que o do homem? Onde está a dificuldade de ser mulher? O que elas têm de desvantagem?

A vida feminina é MUITO mais fácil que a dos homens. Qual a vantagem de poder se embebedar e dar em cima de todas e voltar pra casa sozinho? A mulher não se embebeda, precisa ficar mais na dela, mas em apenas um estralo transa com 3 ao mesmo tempo.

Andar sem camisa na rua? Mijar em pé? Não menstruar? Poder comer todas (elas é que podem transar com kiser a hora ke kiser)?
Se esses são os argumentos pra dizer que os homens tem uma vida mais fácil, então amigos, já vimos que as mulheres só reclamam por reclamar e o fazem como estratégia pra ganhar ainda mais privilégios ou pra tu não enxergares o PASSEIO NO PARQUE que é a vida feminina!

Acorde! Mate o cavalheirismo, elas tem vidas fáceis, chega de direitos é hora de deveres. CRETINADA.

Silvio k

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Amigo? Eu quero é te comer.


Durante certos momentos da vida o ser humano encontra-se no maior e mais desagradável paradoxo de sua existência. Costuma acontecer entre os 13 e 16 anos, mas fatores cósmicos da modernidade levaram recentemente essa tendência até a vida adulta. Trata-se, claro, da infame amizade feminina.

Ainda adolescentes, iniciantes na triste vida amorosa, não temos a malemolência
conquistadora adquirida somente com o tempo. No colégio e na rua ouvimos garotas dizendo que gostam de homens carinhosos, que conversam, que as ouçam. Assim, nos aproximamos. Passamos a tarde com elas vendo um filme, saimos para conversar e, em alguns casos, alcançamos o ápice: conhecemos o quarto.

Sim, o quarto da mulher amada. É o mais singelo e puro local do mundo. Você observa atentamente a cama, local sagrado onde ela dorme todas as noites vestindo somente uma blusa branca de algodão e a mais confortável de suas calcinhas. A parede é decorada com fotos e recortes de revistas. Ah, se essas paredes falassem. São as únicas testemunhas das trocas e mais trocas de roupa dessa mulher.

Cara, como quarto de mulher é excitante na adolescência.

Enfim, você já viu o filme com ela, conversou, até comentou sobre a última capa da Capricho. Tudo se encaminha bem. Muito bem. Você faz o que ela quer, o que ela deseja, o que ela sonha num homem. Porém, contrariando todas as leis da física, da astronáutica, da matemática, da retórica e da gramática ela expele as mais duras palavras para um então jovem homem:

“Eu adoro ter você como amigo”.

E aquilo tudo que você fez? As vontades e frescuras dela suportadas? Foram em vão? Foram. Seu idiota. Quanto mais você se aproximar, maior será a queda. Pra piorar, vivemos numa sociedade não preparada para o sexo casual. Sexo entre amigos é visto como ultrajante, impróprio e fato passível de uma briga no futuro. Sentir tesão pela amiga, então? Nem fodendo (com trocadilho).

O que difere o homem do animal é que nós sabemos escrever. Só. Pensamos, agimos, comemos e desejamos como brutos e selvagens. Sentimos atração, seja ela sua secretária ou antiga colega de primeira série que cresceu e virou uma santinha. Não venha com esse papo de que o sexo pode acabar com a amizade. Uma transa entre amigos pode ser melhor que uma noite jogando Banco Imobiliário. Sexo é somente o ato físico do amor, umazinha casual não vai mudar em nada, hum-hum.

Anotem, mulheres. Quando eu me aproximar de uma gostosa que não tenha nada a ver comigo, tipo uma, sei lá, uma professora de Física Quântica (por mais que seja impossível encontrar uma professora em Física Quântica gostosa), não estarei procurando amizade.

Amiga eu arrumo no Orkut/Face... Várias.

Fred F

sábado, 6 de agosto de 2011

Qual o seu poder de barganha em um namoro/casamento com uma mulher?

Tu que estas me lendo, com seu tenizinho de bolinhas da Nike, topetinho no cabelo, comendo feijaozinho com bagos da mamãe, provavelmente foi criado num mundo onde foi te ensinado que um relacionamento entre um homem e uma mulher se trata apenas de “gostar” e “amar”. Que um homem sendo legal, companheiro, fiel, gentil e carinhoso teria uma bela mulher legal do lado que gostaria de ti e nada mais importaria.

Pois então, eu tenho uma noticia bem bonitinha pra ti aqui oh: ACORDE PRA VIDA SEU MIMADINHO DO KACETE.

Eu vou te meter uma real nas FUÇAS agora: Um relacionamento não é GOSTAR e PAZ, na real é uma batalha e uma guerra, de poderes, de gostar menos e de impor vontades. Elas avaliam cada coisa do homem. Quem gosta menos tem maior poder no relacionamento. E quem é superior no relacionamento em relação a todas as coisas, tem mais poder de fazer valer suas opiniões, vontades. Sabe sexo, ir num lugar, discussão? Existe SEMPRE um vencedor num relacionamento. SEMPRE existe uma guerra mental em que se vê quem detém maior poder e ditara as regras do relacionamento.

Se tu tens MAIOR poder de barganha num relacionamento, isso significa que ela pensara duas vezes antes de negar sexo e te desagradar. Da mesma forma, as mulheres em 90% dos relacionamentos tem maior poder de barganha. Por isso que elas negam sexo a vontade, te maltratam, vão onde querem, fazem jogos, gritam contigo, falam de forma grossa, te traem.

ENTENDEU? UM RELACIONAMENTO NÃO TEM NADA DE AMOR E GOSTAR PURO E SIM UMA BATALHA DE VONTADES PARA VER QUEM DOMINAR QUEM. E isso foram as mulheres que criaram porque pra elas o que vale é ter domínio sobre o homem sempre.

Agora vem a segunda parte importante. Como ter maior poder de barganha e o que é isso? TE DIGO: As mulheres tem nojo de estar com um homem que é pior que elas em praticamente qualquer atividade. Vou te dar um exemplo já que tu és BURRAO mesmo.

Violao. Se ela toca violão, e tu não tocas ou toca pior que ela, ESQUEÇA PASPALHAO. Ela vai ficar e dar pro cara que toca MELHOR que tu. Isso vale pra qualquer instrumento. Academia. Ela é sarada e gosta de malhar? Entao ela vai querer UM CARA GRANDE MAIOR QUE ELA e NÃO essa TUA CANELINHA FINA. Ela é metaleira? Entao ela vai dar pro cara com maior cabelo comprido e que tem a banda mais famosa e nao pra ti um MERO “curtidor” de sons “pesados”.

Ta chocadinho? Não, não, perai eu TENHO MAIS. Universidade. Se tuas notas são PIORES que as delas em QUALQUER matéria ela vai ficar com nojo e RIR de ti por dentro e te achar BURRO. Se o curso dela for superior ao teu, tais fudido. Tu achas que uma guria que faz MEDICINA vai ficar com um cara que faz filosofia, pedagogia ou mesmo enfermagem? NUNCA. Elas vai kerer um PHD em pés, mas vão kerer outro melhor que tu. Profissao. Salarios, meu filho debio MENTAL, preciso escrever? GANHOU MENOS FUDEU. IDIOTA.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Atalhos


Quanto tempo a gente perde na vida? Se somarmos todos os minutos jogados fora, perdemos anos inteiros. Depois de nascer, a gente demora pra falar, demora pra caminhar, aí mais tarde demora pra entender certas coisas, demora pra dar o braço a torcer. Viramos adolescentes teimosos e dramáticos. Levamos um século para aceitar o fim de uma relação, e outro século para abrir a guarda para um novo amor, e já adultos demoramos para dizer a alguém o que sentimos, demoramos para perdoar um amigo, demoramos para tomar uma decisão. Até que um dia a gente faz aniversário. 37 anos. Ou 41. Talvez 48. Uma idade qualquer que esteja no meio do trajeto. E a gente descobre que o tempo não pode continuar sendo desperdiçado. Fazendo uma analogia com o futebol, é como se a gente estivesse com o jogo empatado no segundo tempo e ainda se desse ao luxo de atrasar a bola pro goleiro ou fazer tabelas desnecessárias. Que esbanjamento. Não falta muito pro jogo acabar. É preciso encontrar logo o caminho do gol.
Sem muita frescura, sem muito desgaste, sem muito discurso. Tudo o que a gente quer, depois de uma certa idade, é ir direto ao assunto. Excetuando-se no sexo, onde a rapidez não é louvada, pra todo o resto é melhor atalhar. E isso a gente só alcança com alguma vivência e maturidade.
Pessoas experientes já não cozinham em fogo brando, não esperam sentados, não ficam dando voltas e voltas, não necessitam percorrer todos os estágios. Queimam etapas. Não desperdiçam mais nada.
Uma pessoa é sempre bruta com você? Não é obrigatório conviver com ela.
O cara está enrolando muito? Beije-o primeiro.
A resposta do emprego ainda não veio? Procure outro enquanto espera.
Paciência só para o que importa de verdade. Paciência para ver a tarde cair. Paciência para sorver um cálice de vinho. Paciência para a música e para os livros. Paciência para escutar um amigo. Paciência para aquilo que vale nossa dedicação.
Pra enrolação...atalho.